Critérios de Aprovação


1 - Para aqueles alunos que fizeram ambas as provas parciais P1 e P2, calcula-se a média aritmética: M = P1 + P2.

Se M ≥ 7.0, o aluno está APROVADO;

Se, concomitantemente, P1 ≥ 6.0 e P2 ≥ 6.0, o aluno está APROVADO;

Se M < 3.0, o aluno está REPROVADO;

Se 3.0 ≤ M < 7.0 o aluno deve fazer a AVALIAÇÃO FINAL;


2 - Para aqueles que fizeram as duas provas parciais P1 e P2 , não foram reprovados, e fizeram a PROVA FINAL, a NOTA FINAL é: NF = (M + PF)/2.

Se NF ≥ 5.0, o aluno está APROVADO;

Se NF < 5.0, o aluno está REPROVADO;


3 - Para aqueles que perderam uma das provas parciais P1 ou P2, a PROVA FINAL é obrigatória para a não reprovação imediata. Nesse caso, a média é: M = [P1(2) + PF]/2.

Se M ≥ 7.0, o aluno está APROVADO;

Se M < 3.0, o aluno está REPROVADO;

Se 3.0 ≤ M < 7.0 o aluno deve fazer a SEGUNDA CHAMADA;


4 - A SEGUNDA CHAMADA pode ser feita por aqueles que possuam apenas duas notas disponíveis até o momento P1 + P2 ou P1(ou P2) + PF e não foram reprovados. Para aqueles que fizeram a segunda chamada, a nota final (NF) é calculada conforme alínea 2, com as notas correspondentes: NF deve ser maior ou igual a 5.0 para APROVAÇÃO.